domingo, 10 de dezembro de 2017

Dia Internacional dos Direitos Humanos

Comemoração do Dia dos Direitos Humanos

A celebração da data foi escolhida para honrar o dia em que a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, a 10 de Dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos do Homem.
Esta declaração foi assinada por 58 estados e teve como objetivo promover a paz e a preservação da humanidade após os conflitos da 2ª Guerra Mundial que vitimaram milhões de pessoas.
A Declaração Universal dos Direitos do Homem enumera os direitos humanos básicos que devem assistir a todos os cidadãos.
Este dia é um dos pontos altos na agenda das Nações Unidas, decorrendo várias iniciativas a nível mundial de promoção e defesa dos direitos do homem.
O dia 10 de Dezembro é também marcado pelo entrega do Prémio Nobel da Paz.

Comemoração do Dia dos Direitos Humanos em Portugal

Em Portugal, a Assembleia da República reconheceu a grande importância da Declaração Universal dos Direitos do Homem ao aprovar, em 1998, a Resolução que vigora até hoje, na qual deixou instituído que o dia 10 de Dezembro deveria ser considerado o Dia Nacional dos Direitos Humanos.






sábado, 9 de dezembro de 2017

Dieta do Abacate Emagrecer para Natal 2017

Querendo chegar magrinha e com o corpo saudável e livre das gordurinhas no Natal 2017? A Dieta do Abacatepode ser uma excelente opção para quem deseja perder peso para aproveitar melhor as festas de fim de ano e o verão.
Dieta do Abacate Emagrecer para Natal 2016 (Foto Ilustrativa)
Dieta do Abacate Emagrecer para Natal 2017 (Foto Ilustrativa)
Essa dieta, que tem feito bastante sucesso atualmente, inclusive entre os famosos, tem como base o abacate, fruta que traz diversos benefícios para a saúde, ajudando, por exemplo, na perda de peso.
Abacate emagrece? Ao contrário do que muitos imaginam, já que se trata de uma fruta cheia de calorias, o abacate pode sim contribuir para diminuir o peso, desde que consumido da maneira correta e sem exageros.

Dieta do Abacate Emagrecer para Natal 2017

Perder peso para o verão é o objetivo de muitas pessoas (Foto Ilustrativa)
Perder peso para o verão é o objetivo de muitas pessoas (Foto Ilustrativa)
Como funciona a dieta do abacate? Esse programa alimentar consiste em adicionar essa poderosa fruta ao seu cardápio diário, além de combinar o consumo de proteínas, carboidratos e gordura boa desde a primeira até a última refeição do dia.
A principal regra é comer abacate três vezes por dia, sendo meio abacate antes do café da manhã, meio abacate antes do almoço e meio abacate antes do jantar. Como essa fruta é ótima para aumentar a sensação de saciedade, você passa a controlar mais facilmente a vontade de comer.
Além disso, o abacate é rico em fibras, ajudando no melhor funcionamento intestinal, e possui grandes quantidades de gorduras monoinsaturadas, que atuam na redução do colesterol e triglicérides, prevenindo uma série de doenças do coração.

Dieta do Abacate benefícios

Os benefícios do abacate são muitos (Foto Ilustrativa)
Os benefícios do abacate são muitos (Foto Ilustrativa)
Além de emagrecer e prevenir doenças cardíacas, quem segue essa dieta pode aproveitar vários outros benefícios do abacate. Ele ajuda, por exemplo, a regular os níveis de açúcar no sangue e a proteger os olhos de doenças como a catarata.
Ele também atua no combate aos radicais livres no organismo e possui polifenóis e flavonoides, que diminuem os riscos de doenças inflamatórias e degenerativas. Há ainda os benefícios do abacate para os cabelos (dá maior maciez e brilho) e a pele (combate celulite, acne e rugas). Com tantos benefícios fica impossível não fazer a dieta do abacate.

Dieta do Abacate como fazer

Existem vários tipos de abacates (Foto Ilustrativa)
Existem vários tipos de abacates (Foto Ilustrativa)
Como fazer dieta do abacate? O primeiro passo é incluir o consumo da fruta no seu cardápio do dia a dia, substituir uma refeição pela fruta, no caso o café da manhã, lembrando que os abacates devem ser pequenos e consumidos puros (sem o acréscimo de açúcar e outros produtos). você pode consumir até três abacates pequenos por dia, ele vai trazer mais saciedade, além de todos os outros benefícios citados acima.
Também é bom priorizar o consumo de carnes magras, gorduras boas, massas e pães integrais, além de combinar o novo programa alimentar com a prática regular de atividades físicas. Faça a dieta do abacate e depois nos conte aqui no site.
Convidamos você a continuar a navegar no Mundo das Tribos e ler outras publicações.

Causas do Sangramento após relação sexual

Se você já passou por essa situação saiba que muitas mulheres já passaram pelo desconforto do sangramento após relação sexual. O sangramento pode ser provocado por diferentes motivos, por isso, é importante que a mulher considere o sangramento um sinal de alerta, e busque atendimento médico especializado. Veja o porquê.
Sangramento após relação sexual
Sangramentos depois da relação sexual podem ser sinais de problemas (Foto: Divulgação)

Sangramento após relação sexual

Caso isso aconteça com você busque seu médico ginecologista para que possa ser feito exames como papnicolau e colposcopia e ter a causa certa. Esse tipo de sangramento pós relação não deve ser visto como algo comum e que acontece, o aparecimento de sangue pode ser alguma doença ou algum desequilíbrio grave.

Tipos de Sangramento

Existem diversos tipos de sangramento, e a mulher deve prestar atenção principalmente nas características do sangue: o sangramento vermelho vivo em grande e em pequena quantidade, e o sangramento borra de café.
O sangramento vermelho vivo em grande quantidade pode ser sinal de um despedaçamento da parede vaginal. Não é muito comum, mas pode acontecer quando há formação de vácuo na penetração ou caso seja muito violenta.
Se o sangramento após relação sexual for constante a mulher deverá ir ao Pronto Socorro. Não deixe para depois, não tente colocar pomadas ou usar absorvente no pensamento que uma hora irá passar.
Já o sangramento vermelho vivo em pequena quantidade pode ser sinal de lesão no colo do útero, região em que o pênis entra em contato durante a relação. E por isso, pode acontecer de machucar. Normalmente é benigno, mas somente um especialista pode avaliar e dar o diagnóstico.
Já o sangramento após relação sexual tipo borra de café,  vem de dentro do útero. Na maioria das vezes acontece quando a mulher toma pílula e tem uma predisposição a ter escapes. Nesse caso, a relação causa a contração do útero, e caso tenha algum sangue acumulado, poderá sair.

Doenças que um sangramento durante o sexo pode indicar?

O sangramento após relação sexual ou durante relação sexual pode indicar infecções e doenças graves, que podem causar sérias consequências à saúde da mulher, e até mesmo com riscos de infertilidade. Algumas prováveis doenças são a endometriose, doenças sexualmente transmissíveis (DST), a vaginite, câncer de colo de útero, doença inflamatória pélvica, cervicite, entre outras.
Existem duas doenças DST muito comuns, que podem causar o sangramento, a gonorreia e a clamídia. Ambas causam irritação no canal vaginal e além de sensação de ardência ao urinar. Nesse caso, o tratamento é feito com antibióticos.
O câncer de colo de útero conhecido também por câncer cervical é uma doença que afeta, na maioria das vezes, mulheres acima dos 25 anos. Os principais sintomas são o sangramento especialmente após a relação e o corrimento de cor escura e com odor. É importante que o diagnóstico seja feito rapidamente para o início imediato do tratamento.
A endometriose é uma doença que atinge, hoje, cerca de seis milhões de brasileiras, e é diagnosticada pela presença do endométrio, tecido que reveste o útero, fora do mesmo. Os principais sintomas são o sangramento, além de dores intensas como cólicas menstruais, dor pré-menstrual, e dor durante a relação sexual.
O diagnóstico é feito através de exames específicos por um médico especialista. É de extrema importância que o diagnóstico seja feito rapidamente para a orientação de tratamento adequado, já que essa doença pode causar infertilidade.
Por isso, é muito importante que a mulher conheça o próprio corpo e busque atendimento especializado, somente um médico ginecologista poderá avaliar a paciente e orientá-la para um tratamento adequado.

Causas do Sangramento

Segundo especialistas, o sangramento que surge após a prática da relação sexual possui uma variedade de etiologias (causas). Entre todas elas, podemos citar:
  • Alterações do próprio organismo;
  • Lesões no colo do útero;
  • pólipos uterinos;
  • gravidez ectópica;
  • dor pélvica crônica;
  • Pílula anticoncepcional com dosagem hormonal  fraca;
  • Infecção uterina;
  • Endometriose;
  • Câncer de colo de útero, etc.
Além do sangramento, a mulher pode apresentar dor durante o ato sexual. Este sintoma costuma deixá-las  preocupadas, fazendo com que busquem a orientação de um especialista.
Pequenas feridas ou alguma lesão no colo do útero podem levar ao sangramento após a relação sexual. Além disso, uma infecção ou um mioma pode ser o responsável pelo aparecimento do problema. No entanto, quando a mulher apresenta uma idade mais avançada, a atenção dada ao sangramento pós coito deve ser maior. Isto se deve ao risco de câncer de útero, que é mais prevalente em mulheres que estão na menopausa.
Diante de um quadro de sangramento pós coito, é essencial que a mulher busque a orientação de um médico especialista. Através da avaliação desse médico, é possível conhecer todos os dados clínicos, incluindo a frequência do sangramento e chegar a possível causa do problema. Além disso, o ginecologista poderá solicitar alguns exames complementares, assim como realizará o exame prevenção.
O sangramento que aparece após a relação sexual é um sinal que deixa muitas mulheres preocupadas. Quando esse sinal aparece, é muito importante buscar a orientação de um médico especialista. Através de uma avaliação especializada, é possível realizar uma história completa, seguida de exame físico ideal e que, em conjunto, são essenciais para a verificação da causa do problema.

Febre Interna – Sintomas, Causas, Tratamento

febre interna é um dos sinais clínicos mais comuns. Ela é caracterizada por um aumento da temperatura corporal acima da média. Na verdade, toda febre é interna, pois a temperatura aumenta no centro do nosso corpo e é transmitida para a pele.
Febre interna
A febre deve ser tratada adequadamente por um médico.(foto de divulgação)

Febre Interna

Febres em geral acontecem porque nosso corpo tenta combater algum tipo de micro organismo como vírus, fungos, bactérias ou parasitas.
Em casos de febre interna o corpo fica muito quente porém os termômetros não captam esse calor, mesmo com a pessoa apresentando os mesmos sintomas de uma febre comum. Algumas pessoas entendem como febre interna aquela sensação de calor ou sensação de febre, que temos quando não estamos nos sentindo bem. Porém, nem todas as vezes que temos esse sintoma estamos realmente com febre.
Os primeiros passos para cuidar do aumento da temperatura é verificar se ela vem acompanhada de outros sinais e sintomas.

Variação da temperatura normal

A temperatura normal varia de acordo com:
  • Idade: em crianças de até 2 anos as temperaturas normais tendem a ser maiores que a dos adultos;
  • Temperatura ambiente: mais quente ou mais frio (uso de ar condicionado, por exemplo);
  • Sexo: a temperatura do sexo feminino é mais elevada, quando comparada a do sexo masculino, e ainda apresenta variações segundo o ciclo menstrual;
  • Atividade física: atividade física intensa pode elevar a temperatura, mas isso é algo fisiológico, normal para nosso organismo;
  • Local de verificação da temperatura: denominamos febrícula quando a temperatura axilar ou bucal está entre 37,5ºC e 37,8ºC, acima desse valor consideramos realmente febre. Outro local para verificar a temperatura é pelo ânus, a temperatura retal para ser considerada febre deve estar acima de 38,2ºC.

Principais causas da febre interna

Como já foi falado, a febre aparece quando nosso corpo está combatendo algum micro organismo nocivo a nosso corpo, mas existem algumas outras coisas que podem provocar a febre:
  • Infecções (faringite, infecção urinária, pneumonia, gripe, viroses etc);
  • Reações alérgicas;
  • Distúrbios hormonais;
  • Exercícios físicos intensos;
  • Exposição excessiva ao sol;
  • Uso de algumas drogas;
  • Doenças autoimunes;
  • Lesão no hipotálamo (parte do cérebro onde é induzida a febre);
  • Tumores.

Tratamento Febre Interna

1.  O primeiro passo é observar os sinais e sintomas como o cansaço, dores no corpo ou tosse. Isso pode indicar sinais de uma gripe que está chegando;
2. Outra dica é ficar atento para sinais de inflamações causadas, por exemplo, por cortes no corpo. Isso pode gerar uma infecção e causar a febre;
3.  A maioria dos casos de febre é causada por vírus como o da gripe. O uso de medicamentos anti-inflamatórios e antitérmicos ajuda a diminuir a febre. Porém, não se deve tomar qualquer tipo de medicamento sem prescrição e orientação médica. O uso inadequado pode causar sérios problemas à saúde;
5. Verificar a temperatura constantemente é muito importante para saber se ela está normalizando ou não. Caso temperatura esteja subindo muito, procure o médico;
6. Molhar levemente o corpo com uma pano pode ajudar bastante. Mais não se esqueça que o objetivo é normalizar a temperatura e não diminuí-la bruscamente;
7. Em caso de crianças, caso a febre chegue aos 40 graus, é necessário procurar um pronto atendimento imediatamente, pois pode ocorrer convulsões;
8. Quando a febre não fica por muito tempo nos níveis normais após o uso de algum antitérmico, pode-se intercalar dois tipos de medicamentos para não causar problemas a criança e conseguir manter a temperatura nos níveis normais. Os dois remédios que podem ser intercalados são a dipirona e o paracetamol.
7. Ao persistirem os sintomas o médico deve ser consultado.

Tratamento Natural

  • Chá de gengibre e Limão: estimula a transpiração, ajudando a abaixar a febre;
  • Suco de laranja: é o suco ideal para a febre, pois fornece energia e aumenta a eliminação de urina. Consequentemente elimina as toxinas presentes no organismo, aumentando a resistência e acelerando a recuperação;
  • Chá de açafrão: ajuda a baixar a febre. Deve ser tomado de hora em hora, na quantidade de uma colher (sopa).
O instrumento padrão utilizado para medir a febre corporal é o termômetro. Ele é simples e fácil de manusear, e cada pessoa pode ter o seu em casa. O ideal é verificar a temperatura assim que aparecerem os sinais e sintomas da febre. Caso a temperatura esteja superior 39ºC, é necessário procurar o médico para avaliar o caso e administrar medicamentos se necessários.
Veja a explicação sobre tomar ou não antitérmico quando temos febre por Drauzio Varella:

Cozinha com móveis planejadas Por Lucas

Os móveis planejados se revelam perfeitos para cozinhas pequenas, isso porque eles são estruturados sob medida e conseguem aproveitar melhor os espaços. Esses itens mobiliários são versáteis dentro da decoração e ainda oferecem uma ótima opção para o armazenamento.
Os móveis planejados compactos possuem tamanhos e design estratégico, tudo para serem facilmente instalados na cozinha pequena e não sobrecarregarem o cômodo. É importante que sobre espaço dentro da cozinha mesmo que pouco para as pessoas se movimentarem, efetuando atividades pertinentes ao cômodo como o preparo das refeições e lavar a louça. Por meio de fotos de cozinhas planejadas você pode começar a conquistar uma cozinha dentro dos seus sonhos e linda.
Cozinha com móveis planejadas
Cozinha com móveis planejadas

Cozinha com móveis planejadas

As cozinhas planejadas pequenas dispensam excessos no projeto, suprindo as necessidades do ambiente. Várias marcas de móveis sob medida estão conquistando sucesso no mercado moveleiro com essas peças inovam quanto ao design e procuram reproduzir as principais tendências de decoração, sem esquecer a influência da tecnologia.

Como escolher os móveis sob medida?

Procure contratar os serviços de uma empresa especializada na confecção de móveis sob medida, que possa desenhar e desenvolver os itens mobiliários de acordo com a delimitação do espaço. Comprar móveis com tamanho padrão é sempre algo arriscado para a cozinha pequena, porque as peças podem não ser compatíveis. Já no caso da estrutura planejada, ela não pode ser trocada facilmente depois de instalada, então é fundamental ter cuidado com o posicionamento dos móveis e material com o qual a estrutura é composta.

Dicas para escolher os móveis planejados

Antes de escolher os móveis planejados para cozinha, é necessário verificar o valor da compra e o orçamento disponível para mobiliar. Normalmente os itens mobiliários sob medida são mais caros do que os convencionais, mas os resultados são muito melhores. Uma forma bem interessante para não sair prejudicado com a escolha dos móveis é usar um software apropriado para projetar interiores.
  • Verifique modelos decorados antes de começar a comprar os móveis para cozinha, dessa forma, fica mais fácil decorar o ambiente;
  • Anualmente, as empresa fazem queimas de estoque e para economizar você pode planejar a decoração de cozinhas pequenas gastando pouco através dos outlets;

Dicas de decoração com móveis planejados:

– Para criar um ambiente mais amplo na cozinha pequena e com um designe convidativo, dê preferência para os moveis claros e lisos e coloque os eletrodomésticos em ordem, pois além de facilitar o uso eles proporcionam um efeito esbelto;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Solte a imaginação com a cozinha certa (Foto: Divulgação)
– Escolha tons mais claros e frescos, pois eles aumentam de forma natural os espaços pequenos, as tintas com brilho refletem a luz e dão ao espaço maior amplitude;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Fotos de cozinhas planejadas (Foto: Divulgação)
– Coloque armários com portas de vidro ou sem portas, pois eles aumentam a cozinha e se você quiser uma ilusão ainda melhor de cozinha grande coloque um piso claro no chão e quanto mais brilhoso forem os móveis a cozinha com certeza passará a impressão de ser bem maior;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Móveis em tons claros ajudam a ampliar o ambiente. (Foto: Divulgação)
– De preferência a uma bancada no lugar da mesa, pois ela proporciona maior acomodação e pode ser usada dos dois lados deixando o layout chique;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Cozinha pequena e linda (Foto: Divulgação)
– Compre eletrodomésticos apropriados para cozinhas pequenas, pois eles trabalham perfeitamente, mesmo que em tamanhos menores do que os tradicionais;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Aposte em fotos de cozinhas planejadas (Foto: Divulgação)
– Se você preferir ter uma mesa na cozinha pode optar por uma mesa fixa na parede, pois esses modelos foram desenvolvidos para cozinhas pequenas;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Aposte em uma cozinha pequena e amarela (Foto: Divulgação)
– Para dar graça a sua cozinha pequena cole adesivos nos cantos dos armários ou no centro com motivos abstratos ou de flores;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Cozinha bonita e pequena (Foto: Divulgação)
– Opte por poucos móveis, mas certifique-se de que eles tenham muitos cantos e recantos para a arrumação na cozinha pequena;
Cozinhas Planejadas Pequenas
A mobília planejada ajuda a conservar a cozinha organizada. (Foto: Divulgação)
– Use pastilhas em uma linha horizontal entre os armários aéreos e a bancada da cozinha para dar um estilo mais clean a sua cozinha pequena sem que ela pareça menor do que já é;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Imagens de cozinha planejada (Foto: Divulgação)
– Para fazer uma decoração original use artesanatos locais apropriados para cozinha, mas não exagere, pois você pode sufocar o ambiente;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Cozinha pequena e delicada (Foto: Divulgação)
– A cozinha compacta e planejada precisa combinar com outros elementos do ambiente, como é o caso da iluminação e acessórios. Dependendo da forma como a composição é feita, o estilo pode ser inovado e a cozinha também acaba sendo beneficiada com uma sensação de amplitude, ou seja, parece maior do que realmente é;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Cozinha linda, pequena e diferenciada (Foto: Divulgação)
– Aproveite ao máximo a iluminação da sua cozinha, para que fique maior e para que essa impressão melhore mais ainda, coloque um espelho próximo da janela;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Aproveite ao máximo a iluminação. (Foto: Divulgação)
– Decore a sua cozinha com adesivos, tapetes ou um relógio na parede, pois eles não ocupam espaço e são excelentes para dar aquele charme ao cômodo;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Fotos de cozinhas pequenas e bem planejadas (Foto: Divulgação)
– Para quem pensa que tamanho é sinônimo de desordem esta muito enganado, pois uma cozinha pequena pode ser muito mais organizada do que uma cozinha grande;
Cozinhas Planejadas Pequenas
Uma cozinha pequena pode ter a sua cara (Foto: Divulgação)
– Ao decorar uma cozinha pequena é preciso antes de qualquer coisa organizar os armários de maneira que eles estejam bem colocados e aproveitando o máximo dos espaços disponíveis. Para fazer um planejamento de decoração para a cozinha pequena você deve colocar os objetos nos lugares certos do tipo, panelas e talheres grandes devem ficar perto do fogão, pratos e xícaras devem ficar dentro do armário, mas perto da área de refeições. Para uma otimização dos armários de cozinha colocar prateleiras e divisórias podem ajudar a uma disposição mais eficiente dos utensílios domésticos.

Onde Comprar os Móveis da Cozinha

Para quem está em busca dos valores de uma cozinha planejada, saiba que pode variar e muito, isso vai depender da dimensão da cozinha, da quantidade de móveis modulados que vai compor a mesma, o modelo escolhido, o uso de materiais diferenciados como, vidro mármore, peças em metal, entre outros fatores.
Uma média que calculamos é de uma cozinha totalmente equipada com geladeira, fogão e micro-ondas o valor desse tipo de cozinha planejada pode chegar a cerca de R$ 30,000,00 ou até R$ 80,000,00 como citado acima esse valor vai depender de vários fatores.
Caso você já possua todos estes equipamentos, com os móveis planejados você vai gastar em torno de R$ 10.000,00 a R$ 15.000,00, esses valores são estimados para uma cozinha pequena de apenas 20 metros quadrados.
Você pode encontrar diversas empresas que oferecem móveis planejados, por isso antes de fazer a sua escolha pesquise muito até encontrar o modelo que cabe perfeitamente em seu orçamento.
Logo abaixo vamos citar algumas empresas super conceituadas no mercado que disponibilizam móveis modulados, veja:

Portal do aluno Educa Mais Brasil 2018

Para quem não sabe o que é o Portal do aluno Educa Mais Brasil vamos explicar: Esse é um projeto de inclusão educacional que está em vigências há 11 anos no ar, permitindo que as pessoas tenham a acesso ao ensino superior com muita qualidade e permitindo o pagamento de uma mensalidade com até 70% de desconto em instituições de ensino particulares. O Educa Mais é o programa de bolsas de estudos do Instituto Educar.
Portal do aluno Educa Mais Brasil
Portal do aluno Educa Mais Brasil

Portal do aluno Educa Mais Brasil

Essa é uma ótima oportunidade para quem deseja ingressar nos estudos do ensino básico, cursos técnicos, graduação e pós graduação nas modalidades EAD (ensino a distância) e presencial. Portal do aluno serve como um canal de contato direto com o aluno participante desse programa e vai te ajudar muito a ter acesso as informações corretas desse sistema que vai te ajudar a ficar em dia com o mercado de trabalho por meio da capacitação profissional de qualidade.
O programa é voltado para dar oportunidade de estudo para quem não tem condições de arcar com mensalidades altas. Para que você consiga as bolsas é necessário comprovar a baixa renda. Se você optar pela graduação, deve está a pelo menos 6 meses sem estudos.

Como se inscrever no Educa Mais?

A inscrição no programa é gratuito e você pode se inscrever após o término do ensino médio completo. Para se inscrever no programa é bem simples o passo a passo. Primeiramente faça o cadastro no site e aguarde as instruções, pois o processo de inscrição é feito todo por meio do site. Assim que estiverem disponíveis cursos você deve escolher para qual quer se candidatar.
Acesse o site do Educa Mais Brasil clicando AQUI, pesquise a escola ou faculdade que você deseja estudar. Após isso, escolha qual curso de sua preferência. São mais de 500 mil bolsas de estudos espalhadas no Brasil.

Como ter acesso ao portal do aluno?

As pessoas têm dúvidas com relação aos meios de acesso ao portal do Educa Mais por meio do site, no entanto, tudo é muito simples. Para começar acesse por meio do link www.educamaisbrasil.com.br onde o cadastro deve ser feito.
Após seu cadastro você poderá acessar o site e conferir informações importantes sobre o Portal Educa Mais. Para isso, siga os passos abaixo:
  • Clique AQUI para acessar o site oficial de acesso;
  • Você deverá inserir o CPF cadastrado;
  • Após a confirmação das informações de pagamento, você terá uma visão detalhada do Portal do Aluno Educa Mais Brasil.
O beneficiários do projeto também podem ter mais informações sobre o projeto por meio do telefone 4007-2020 (capital e regiões metropolitanas) ou pelo 0800-724-7202 (demais localidades).

Matrícula por meio do Educa Mais

Se for um dos selecionados vai receber um e-mail com uma carta de matrícula. Imprima essa carta se for aprovado no vestibular da instituição ou se for aprovado em outro método de avaliação e leve na instituição no período de matrícula informado. Para mais informações acesse o site www.educamaisbrasil.com.br.
Confira o vídeo institucional do Portal Educa Mais: